ACESSIBILIDADE

SUSAM

Secretaria de Estado de Saúde



UTI do Platão Araújo recebe certificado de qualidade, expedido pela AMIB

22/07/2016 09:09:20

A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital e Pronto-Socorro Dr. Aristóteles Platão Bezerra de Araújo, da Secretaria de Estado de Saúde (Susam), recebeu o certificado de Gestão, Qualidade e Desempenho, expedido pela Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB), em parceria com a rede software Epimed Solutions. O hospital é o primeiro da rede pública, no Amazonas, a receber a certificação, que atesta a qualidade do serviço prestado na UTI. A UTI do Platão Araújo foi selecionada para se submeter à avaliação, junto com mais 11 mil leitos de terapia intensiva no País. A certificação tem validade de um ano. No processo de avaliação, que durou um ano, foram verificados itens como tempo de internação dos pacientes na UTI, taxa de óbito, de infecção, entre outros. De acordo com o secretário de estado de Saúde, Pedro Elias de Souza, a certificação atesta que a UTI do Hospital Platão Araújo segue os mais altos padrões de atendimento e qualidade, seguindo rigorosamente as normas estabelecidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). “É um reconhecimento ao trabalho executado pela equipe do Platão Araújo e mostra, também, a eficácia do sistema de gerenciamento de indicadores adotado pela unidade. O sistema tem como foco a segurança do paciente no ambiente hospitalar”, afirmou. Segundo o diretor do Hospital Platão Araújo, José Diniz, a equipe da Comissão de Controle e Infecção Hospitalar (CCIH) da unidade vem adotando, desde 2015, um check list diário para avaliar os indicadores solicitados pelo Sistema de Certificação da AMIB, como fluxo de internação, probabilidade de óbito e infecção. “Esse controle já era feito pela Comissão. O sistema adotado ajudou a comparar os dados, para termos um parâmetro da evolução do trabalho”, ressaltou. A gerente de Enfermagem do hospital, Fabiane Silva, explica que esse trabalho de controle de indicadores reduziu entre outras coisas o tempo de internação dos pacientes na UTI, que em 2014 era de 25 dias e passou para 17 em 2015. A incidência de pneumonia associada a ventilação mecânica (entubação) caiu de 15% em 2014 para 3% em 2015. Outro indicador que apresentou redução foi o número de infecção causada pelo uso de cateter venoso central. Em 2014, a taxa era 0,89% e em 2015 caiu para 0,58%. “Esses resultados refletem o trabalho que o hospital está desenvolvendo para garantir a segurança do paciente. O principal objetivo é fazer com que o paciente se recupere em breve espaço de tempo e receba alta”, destacou. Sobre a AMIB – Com sede em São Paulo, a AMIB tem atuação direcionada ao fortalecimento da Medicina Intensiva. A entidade é associada à Federação Panamericana e Ibérica de Sociedades de Medicina Crítica e Terapia Intensiva (FEPIMCTI) e à Federação Mundial de Sociedades de Medicina Intensiva (WFSICCM). Sobre a Epimed Solutions – A empresa é líder no mercado de gestão de informações clínicas e tem como objetivo melhorar a qualidade e a eficiência do atendimento hospitalar. Os sistemas Epimed estão presentes em mais de 400 hospitais em todo o Brasil, com 800 UTIs e 11.000 leitos monitorados, totalizando mais de 1.000.000 de pacientes em sua base. É a maior base de dados clínicos e epidemiológicos da América Latina.