ACESSIBILIDADE

SUSAM

Secretaria de Estado de Saúde



Número de atendimentos na FMT cresceu 9% em 2016

19/01/2017 10:19:46

A Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), unidade que é referência na área de doenças infecciosas e tropicais no estado, registrou o aumento de 9% no número de atendimentos em 2016, comparado ao ano anterior. Um dos fatores que impulsionou esse crescimento, na avaliação da diretora-presidente da FMT-HVD, Graça Alecrim, foi a preocupação da população com o aumento dos registros de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti e os casos de microcefalia associados ao Zika vírus, que ocorreram principalmente no Nordeste, mas que serviram de alerta para todo o país. Em 2016, a FMT-HVD, que é vinculada à Secretaria de Estado de Saúde (Susam), realizou 326.590 atendimentos. Em 2015, foram atendidos 299.340 pacientes. O número de exames também aumentou, de 1.083.825 milhão de procedimentos laboratoriais, para 1.030.289 milhão, um crescimento de 5%. Graça Alecrim considera que vários fatores influenciaram no aumento do número de atendimentos em 2016, mas sem dúvida alguma, segundo ela, o grande impacto foi a preocupação da população pelo crescimento dos casos de Dengue, Chikungunya e Zika vírus, doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. “Isso e mais o registro dos casos de microcefalia associados ao Zika vírus trouxeram grande preocupação, motivando as pessoas a procurar mais os serviços de saúde”, ressaltou. Crise econômica – Outro fator que pode ter influenciado no aumento do número de atendimentos na FMT-HVD, na opinião da diretora, foi a migração dos usuários de planos de saúde para o Sistema Único de Saúde (SUS), em função da crise econômica enfrentada pelo país. “Muita gente perdeu o emprego. A solução foi buscar assistência no SUS”, afirmou. Dos 326.590 atendimentos realizados em 2016, 101.251 foram referentes a consultas no ambulatório da FMT-HVD, em especialidades como infectologia, pediatria e dermatologia, dentre outras. Também estão incluídos nessa conta 65.491 atendimentos na área de coleta e dispensação de medicamentos contra malária, assim como 5.011 consultas realizadas no Hospital Dia da FMT. O serviço de Pronto Atendimento (PA), que atende urgência e emergência, recebeu 62.220 pacientes. Também foram realizadas 56.434 consultas de Enfermagem, 11.233 de Psicologia, 1.404 de Odontologia e 13.698 no setor de Serviço Social. Foram expedidos pela FMT, em 2016, 1.083.825 milhão de exames, realizados nos laboratórios de Análises Clínicas, Bacteriologia, Malária, Micologia, Patologia, Virologia e Leishmaniose.