ACESSIBILIDADE

SUSAM

Secretaria de Estado de Saúde



Governo do Amazonas forma mais 24 médicos especialistas

17/02/2017 11:35:51

O Governo do Estado do Amazonas realiza nesta sexta-feira, dia 17 de fevereiro, a formatura de mais 24 especialistas, titulados em Anestesiologia, Cirurgia Geral, Clínica Médica, Ortopedia e Traumatologia e também em Otorrinolaringologia. A formatura será às 19 horas, no Auditório da Reitoria da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), localizado na Avenida Djalma Batista, 3578, Chapada. Os novos especialistas concluíram a Residência Médica na Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ), vinculada à Secretaria de Estado da Saúde (Susam). “É uma importante contribuição do Adriano Jorge na área de formação de recursos humanos em saúde para o Estado do Amazonas”, destaca o diretor-presidente da FHAJ, Alexandre Bichara. Em anestesiologia são 3 novos especialistas. Para Cirurgia Geral são 8 e 9 novos especialistas para Clínica Médica. Em Otorrinolaringologia e Ortopedia/Traumatologia são 2 médicos formados para cada especialidade. A FHAJ iniciou as ações e programas de Ensino e Pesquisa em julho de 2004. Uma dessas ações é o Programa de Residência Médica. “Saímos de uma instituição totalmente assistencial para sermos Hospital de Ensino, certificado pelo Ministério da Saúde e Ministério da Educação”, disse Bichara. “A formação médica é uma luta constante e essencial para a saúde estadual. Somente no período de Residência, são três anos de estudos e práticas médicas dentro do Adriano Jorge. “E para isso, todos contribuem. Desde a pessoa que realiza a higienização do Centro Cirúrgico e dos ambulatórios, aos servidores que atuam na administração, adquirindo materiais específicos para as cirurgias. É um orgulho quando formamos especialistas”, disse. Diretor de Ensino e Pesquisa, Arteiro Menezes, enfatiza o papel dos preceptores na gerência das atividades realizadas em cada programa de residência médica. “Contamos com o apoio de uma equipe de excelentes preceptores, cuja responsabilidade primordial é zelar pela qualidade do ensino e acompanhar o desempenho do médico especialista. A formação médica de qualidade e humanizada é uma de nossas prioridades”, disse. “Tanto que nestes 11 anos, já entregamos para a sociedade amazonense 159 especialistas”, informou Arteiro Menezes. Histórico – As ações de Ensino e Pesquisa, iniciaram em julho de 2004, mas a Residência Médica da Fundação Hospital Adriano Jorge – FHAJ, iniciou suas atividades em 1º de fevereiro de 2005, oferecendo 10 vagas, sendo 5 vagas para o programa em Cirurgia Geral e 5 para o de Clínica Médica. Em março de 2017, serão 28 novos médicos residentes (R1) nos cinco Programas: Clínica Médica, Cirurgia Geral, Anestesiologia, Ortopedia e Traumatologia e Otorrinolaringologia. Também disponibiliza suporte para as residências em Dermatologia e Infectologia das Fundações Alfredo da Matta (FUAM) e de Medicina Tropical (FMT). A Residência Médica foi instituída no Brasil pelo Decreto nº 80.281, de 5 de setembro de 1977. Segundo o Ministério da Educação, conforme a Lei nº 6.932, de 07/07/1981, da Presidência da República, a RM constitui-se em uma modalidade de ensino de pós-graduação (latu sensu), destinada a médicos, sob a forma de curso de especialização, funcionando em Instituições de Saúde, sob a orientação de profissionais médicos de elevada qualificação ética e profissional. A RM é considerada o “padrão ouro” da especialização médica.