ACESSIBILIDADE

SUSAM

Secretaria de Estado de Saúde



Caminhada das Vitoriosas encerra campanha Outubro Rosa no Amazonas

25/10/2017 10:09:31

O Centro de Integração Amigas da Mama (Ciam) e a Rede Feminina de Combate ao Câncer do Amazonas realizam, na próxima quarta-feira, 25, no bairro Ponta Negra, avenida Coronel Teixeira, zona oeste, a Caminhada das Vitoriosas, evento que encerra a campanha Outubro Rosa no Estado. A ação conta com o apoio da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), unidade vinculada à Secretaria de Estado da Saúde (Susam), e da Prefeitura de Manaus, através do Fundo Manaus Solidária. A expectativa é que um público de pelo menos mil pessoas participe da programação.

 

Em Manaus, o evento acontece a partir das 17h30, em frente ao anfiteatro, com a participação de diversos movimentos sociais, além da Liga Amazonense Contra o Câncer (Lacc). A caminhada será precedida de aulas de zumba com educadores físicos das academias Tonus Coachi Club e Evolution, ambas parceiras da organização. A equipe do Departamento de Prevenção e Controle do Câncer (DPCC/FCecon) fará a distribuição de material educativo, com informações sobre prevenção, diagnóstico precoce e fatores de risco dos cânceres de mama e colo uterino.


A empresa de transporte coletivo urbano Eucatur, também estará presente, com o ônibus rosa caracterizado com os símbolos da campanha. O veículo se tornou uma das atrações do movimento nos últimos anos. A 13ª edição do Outubro Rosa no Amazonas conta, ainda, com o apoio da Marinha do Brasil - que estará com o navio Dr Montenegro ancorado no rio Negro, durante a atividade -, Instituto Avon, Faculdades Fametro e Estácio, entre outras empresas privadas e organizações públicas que, ao longo do mês, deram suporte às ações ou participaram de alguma forma da programação desenvolvida na capital e no interior. Os demais municípios amazonenses que aderiram ao movimento, desenvolverão cronogramas próprios, simultaneamente ao evento.

Outubro Rosa - A campanha Outubro Rosa acontece há 13 anos no Amazonas. O movimento foi iniciado nos Estados Unidos, na década de 90, com o propósito de sensibilizar a população feminina sobre a importância dos exames que podem diagnosticar precocemente o câncer de mama, o de maior incidência no mundo e o que mais mata. No Amazonas, por ocasião do alto índice de colo uterino, esse tipo da doença foi incorporado ao tema.