ACESSIBILIDADE

SUSAM

Secretaria de Estado de Saúde



Susam e Vision realizam 2.542 consultas e 1.760 cirurgias de pacientes com catarata

22/12/2017 14:05:03

A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) realizou, entre novembro e dezembro, 2.542 consultas de triagem e 1.760 cirurgias oftalmológicas. Em parceria com a Vision Clínica de Olhos, o trabalho ocorre por meio de mutirões e tem por objetivo acelerar o tratamento de catarata.

Nos dias 19 e 20 de dezembro, foram atendidas 150 pessoas por dia no Centro de Atenção ao Idoso (Caimi) Paulo Lima, localizado na avenida Desembargador Felismina Soares, Colônia Oliveira Machado, na zona norte de Manaus.

Entre os pacientes identificados com a necessidade de cirurgia estava a aposentada Maria José Rocha, de 73 anos, que, em duas semanas, conseguiu a cirurgia nos olhos após três anos de espera. Para a dona de casa Daniele Reis, que levou a mãe Maria José ao atendimento, o mutirão resolveu um problema da família.

“Nós estávamos economizando para fazer a cirurgia em médico particular porque desde 2014 tentávamos com o sistema público e nunca acontecia. Pra gente, foi um alívio conseguir a consulta e logo em seguida a cirurgia”, contou.

Nestas consultas, o atendimento é direcionado a pessoas com mais de 45 anos. Entre os dias 27 e 29 de dezembro, o mutirão estará no Caimi Ada Rodrigues, na avenida Brasil, no bairro Compensa, zona oeste.

Celeridade - Segundo o secretário de Estado de Saúde, Francisco Deodato, uma das prioridades da atual gestão é garantir o diagnóstico e o tratamento com celeridade. “Estamos mapeando quem precisa e já encaminhando para o tratamento e cirurgia. Assim, vamos evitar mais filas e espera. Esse é um problema que precisamos tratar com prioridade”, ressaltou.

Triagem - A ação continua com foco em pacientes a partir de 45 anos e funciona como uma triagem para identificação de quem precisa de cirurgias de catarata. Além da faixa etária, para conseguir atendimento é necessário apresentar CPF, RG, comprovante de residência atualizado e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS).

De acordo com a gerente da Central de Consultas e Exames, Suzete Gomes, após a identificação dos pacientes que necessitam do tratamento é feito o encaminhamento para a cirurgia. “A partir disso todos são encaminhados para o laboratório para solicitar a avaliação cirúrgica. Com isso, conseguiremos manter o ritmo acelerado para o tratamento de catarata”, disse.