ACESSIBILIDADE

SUSAM

Secretaria de Estado de Saúde



Com capacidade dobrada, Hospital Francisca Mendes ultrapassa mil procedimentos cardiovasculares

31/01/2018 11:02:53

Com capacidade redobrada, o Hospital Universitário Francisca Mendes (HUFM) ultrapassou a marca de 1,2 mil procedimentos cardiovasculares, realizados de outubro de 2017 a janeiro deste ano, período de atuação da nova gestão da Secretaria de Estado de Saúde (SUSAM). O resultado foi possível devido à ampliação em mais de 200% na oferta de procedimentos nas áreas cardíaca, neurológica e vascular, com a implantação de uma nova máquina de hemodinâmica.
 
A hemodinâmica é responsável pela realização de cateterismo, angiografia cerebral, arteriografia, implante de marca-passo e outros procedimentos cardiovasculares e neurológicos. O aparelho, instalado no mês de outubro, assim que a nova gestão da SUSAM assumiu, tem alta performance e é capaz de realizar procedimentos minimamente invasivos, com mais precisão e segurança, oferecendo menores riscos ao paciente e um período de recuperação curto. Entre outubro e janeiro, foram realizadas 1.223 cirurgias. As principais foram cateteris mos cardíacos, angiografias cerebrais e angioplastias coronarianas.
 
Segundo o secretário de Estado de Saúde, Francisco Deodato, a entrada em operação do novo equipamento foi uma das ações emergenciais do Governo do Amazonas, para diminuir o tempo de espera de pessoas enfartadas. A máquina começou a operar nos primeiros cinco dias de gestão. “Esta especialidade é uma prioridade, já que as doenças cardíacas são hoje a segunda causa de morte na população amazonense, depois dos traumas causados por acidentes. Os resultados têm sido muito importantes, e hoje podemos já contar com esta marca de mais de mil procedimentos realizados”, destacou Deodato.
 
No mês de janeiro, a SUSAM promoveu um novo mutirão de cateterismo, que atendeu 89 pacientes enfartados, internados nos prontos-socorros 28 de Agosto, Platão Araújo e João Lúcio. Além disso, também foram realizadas 54 angioplastias coronarianas, entre pacientes de prontos-socorros e de atendimento ambulatorial no HUFM“Conseguimos atender estas pessoas aguardan do nos prontos-socorros, diminuindo o tempo de espera e liberando mais leitos para urgência e emergência. Alguns estão nos preparativos para os procedimentos, já com agendamento para a próxima semana. Agora, vamos agilizar o atendimento aos pacientes ambulatoriais, ou seja, aqueles que estão na unidade, aguardando por estes procedimentos”, explicou a diretora do HUFM, Juliana Palheta.
 
O Hospital Universitário Francisca Mendes é referência na área de cardiologia para toda a região Norte do país, atendendo pacientes adulto e infantil. A unidade oferta tanto o atendimento ambulatorial quanto o cirúrgico.