ACESSIBILIDADE

SUSAM

Secretaria de Estado de Saúde



Maués recebe equipe da Fundação Alfredo da Matta, para monitoramento da Hanseníase

23/02/2018 09:13:48

Uma equipe da Fundação Alfredo da Matta (Fuam) está no município de Maués, a 259 km de Manaus, realizando, até a próxima sexta-feira (23), ações de supervisão e monitoramento do combate à Hanseníase. A meta da Secretaria de Estado de Saúde (Susam) para este ano é levar a todos os municípios do Estado ações de prevenção e tratamento na área dermatológica.

A proposta de trabalho da Fuam nos municípios amazonenses, com a supervisão e o monitoramento da Hanseníase, é uma estratégia importante para o combate à doença, de acordo com o secretário estadual de Saúde, Francisco Deodato. “A Fuam é um centro de referência nessa área e a presença dos técnicos da unidade nos municípios do interior é importante para a melhoria do diagnóstico, controle e tratamento da doença. Nessas idas ao interior, a Fuam está também capacitando os técnicos dos municípios, contribuindo assim para a melhoria do serviço e para o êxito no combate à doença”, finalizou.

A equipe da Fuam que está em Maués é composta por médico, enfermeiro e técnico de enfermagem. O trabalho envolve o monitoramento dos indicadores da Hanseníase no município, intensificação da busca ativa de novos casos da doença, com atendimento dermatológico e capacitação de profissionais da saúde. A ação conta com a parceria da Prefeitura Municipal de Maués e está acontecendo na Unidade Básica de Saúde (UBS) Cecília de Oliveira, na Rua Padre Demetrio, bairro Ramalho Júnior.

Até a quarta-feira (21), 198 atendimentos foram realizados no município, com um caso confirmado. “Fizemos 120 triagens e 78 consultas dermatológicas, além de três avaliações de incapacidades físicas e sensibilização de 119 profissionais de saúde”, destacou a chefe do Departamento de Controle de Doenças e Epidemiologia da Fuam, Valderiza Pedrosa.

Segundo o diretor-presidente da Fuam, Helder Cavalcante, o trabalho em Maués faz parte do calendário anual de supervisão e monitoramento das ações de combate à Hanseníase no Amazonas. “Já temos as próximas viagens agendadas. Nos dias 26 e 27 de fevereiro, iremos para Paricatuba, no município de Iranduba, em seguida para o Careiro da Várzea (15 e 16 de março) e Autazes (27 e 28 de março). Queremos atingir todos os municípios”, explicou Cavalcante.

Hanseníase em Maués

Em agosto de 2017, durante ações de supervisão e monitoramento em Maués, foram realizados 65 atendimentos, sendo 17 exames dermatológicos, 32 consultas médicas, 15 avaliações de Prevenção de Incapacidades e um exame de contato. Também foram realizados treinamento e sensibilização de 22 profissionais de saúde. Durante estas ações, não foram identificados novos casos da Hanseníase.

Em Maués, segundo dados epidemiológicos da Fuam, foram detectados sete novos casos da doença em 2016, sete em 2015 e cinco novos casos em 2014. Os números de novos casos são considerados estáveis.