ACESSIBILIDADE

SUSAM

Secretaria de Estado de Saúde



Fundação Hospital Adriano Jorge recebe 23 novos médicos residentes

05/03/2018 09:10:27

A Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ), unidade vinculada à Secretaria de Estado da Saúde (Susam), recebeu nesta quinta-feira (23/03) novos médicos residentes, dos Programas de Residência Médica (PRM). A programação teve como objetivo informar aos novos integrantes sobre o funcionamento, as normas, rotinas, procedimentos operacionais, além das dinâmicas hospitalares no setor médico e setores administrativos.

 

Em média, serão três anos de Residência Médica, nas especialidades de Clínica Médica, Cirurgia Geral, Ortopedia e Traumatologia, Anestesiologia e Otorrinolaringologia. Também é campo inicial de residência para os programas de Dermatologia e Infectologia, com duração de 2 anos, para as Fundações Alfredo da Matta e Fundação de Medicina Tropical (FMT/AM). A carga horária é de 60 horas semanais.

 

Além das boas-vindas, a diretora-presidente, Christianny Sena, solicitou aos médicos que não se desumanizem. “Precisamos tratar cada um dos pacientes com dedicação, amor ao próximo e determinação em superar as dificuldades”, destacou Christianny.

 

Segundo o Diretor de Ensino e Pesquisa da FHAJ, Raymison Monteiro de Souza, o Governo do Amazonas, através da Susam, vem trabalhando para alinhar a formação de especialistas no país com as necessidades do Sistema Único de Saúde (SUS), priorizando profissionais essenciais para o Estado. “Estamos trabalhando ano a ano para ampliar, visando qualificar e contribuir com a formação especializada e de qualidade dos nossos médicos, com a dedicação de cada um dos preceptores, a quem reconhecemos o trabalho e agradecemos o empenho”, destacou Raymison. “Temos muito orgulho dos médicos especialistas que já formamos. Por isso, como novos residentes, tenham entusiasmo, necessário para aprender e crescer”.

 

O presidente da Comissão de Residência Médica (Coreme/FHAJ), Wagner de Paula Rogério, e também Supervisor do PRM em Anestesia, destacou a atenção à regras das bolsas de residência médica e a pesquisa científica. “Atentem para a iniciação científica, para o trabalho de conclusão de curso, que é obrigatório”, informou.

 

Desde 2005, quando iniciaram os Programas de Residência Médica, a FHAJ já formou 209 especialistas.

 

Residência Médica – O Programa é uma modalidade de ensino de pós-graduação (especialização) destinada aos profissionais de saúde, caracterizada por treinamento em serviço. É realizada sob a orientação de profissionais médicos de elevada qualificação ética e profissional. Na FHAJ, a Residência Médica iniciou suas atividades em 1º de fevereiro de 2005, oferecendo 10 vagas sendo 5 destinadas ao programa de Cirurgia Geral e 5 vagas para o programa de Clínica Médica.

 

A Residência Médica foi instituída no Brasil pelo Decreto nº 80.281, de 5 de setembro de 1977. Segundo o Ministério da Educação, conforme a Lei nº 6.932, de 07/07/1981, da Presidência da República, a RM constitui-se em uma modalidade de ensino de pós-graduação (latu sensu), destinada a médicos, sob a forma de curso de especialização, funcionando em Instituições de Saúde, sob a orientação de profissionais médicos de elevada qualificação ética e profissional. A RM é considerada o “padrão ouro” da especialização médica.