ACESSIBILIDADE

SUSAM

Secretaria de Estado de Saúde



Equipe da Fuam ministra curso em Infecções Sexualmente Transmissíveis, no município de Tabatinga

20/03/2018 17:58:07

Uma equipe de profissionais que atua na área de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) da Fundação Alfredo da Matta, órgão da Secretaria de Estado de Saúde (Susam), estará no município de Tabatinga, a partir desta quarta-feira (21/3) até o dia 29 de março, para ministrar o Curso de Atualização em Manejo Clínico e Testagem Rápida para HIV, IST e Hepatites Virais.

Promovido pela Sociedade Brasileira de Doenças Sexualmente Transmissíveis – Regional Amazonas (SBDTS/AM), em parceria com a Coordenação Estadual de DST/AM e a Fuam, o treinamento tem como objetivo capacitar e qualificar os profissionais de saúde que atuam na atenção básica, com vistas à descentralização dos serviços de IST/HIV/Aids e Hepatites Virais.

Referência na área de IST, HIV/Aids, a Fuam irá ceder equipe composta por médicos, enfermeiro, assistente social, psicólogo e técnico laboratorial para ministrar o curso. “Temos uma equipe bastante qualificada na área de IST. Além disso, somos um CTA (Centro de Testagem e Aconselhamento) credenciado pelo Ministério da Saúde. Temos um Serviço de Atendimento Especializado (SAE), que assiste atualmente a cerca de 350 pacientes de HIV/Aids e todo um setor estruturado para o atendimento à população, ofertando testes rápidos e consultas nesta área”, explica o diretor presidente da Fuam, Helder Cavalcante. 

Participarão do treinamento equipes das Unidades Básicas de Saúde (UBS) municipais que atuam no atendimento a pessoas vivendo com o HIV (PVHIV), nos Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA) e Serviços de Assistência Especializada (SAE) de Tabatinga, além de profissionais que atuam no Hospital de Guarnição de Tabatinga, Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e Maternidade Enfermeira Celina Villatrez Ruiz. 

Serão duas turmas de treinandos e o conteúdo programado detalhará os Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas (PCDTs), que estabelecem critérios de diagnóstico e tratamento para as IST, HIV/Aids e Hepatites Virais, além de procedimentos laboratoriais. Testes rápidos, ética e confidencialidade no atendimento ao paciente, manejo clínico e terapia antirretroviral, assistência de enfermagem e de equipe multidisciplinar em IST e HIV, além de discussão de casos clínicos estão entre os temas propostos.

Números das IST na Fuam – No ano de 2016 foram notificados no serviço de IST da Fuam 5.519 casos. Destes, 3.126 tinham pelo menos uma síndrome de IST – ou seja, pelo menos um sintoma clínico de alguma infecção sexualmente transmissível – e 2.393 realizaram somente aconselhamento e o teste para HIV e não tinham nenhuma IST detectada. Dos casos positivos, 72% eram homens e os grupos de idade com maior frequência foram de 20 a 24 anos (26,42%) e de 15 a 19 anos (23,06%).

Os casos de IST, por síndrome, mais frequentes foram as verrugas genitais (38%), o corrimento uretral (33%) e úlcera genital (15%). Dos diagnósticos de IST e outras infecções do trato genito-urinário foram classificados no total de 3.550 casos. Destes, os mais evidentes foram o Condiloma acuminado – também conhecido como verruga genital, uma doença causada pelo Papilomavírus humano (HPV) – com 952 casos e Sífilis, com 679 casos.

O Centro de Aconselhamento e Testagem (CTA) da Fuam realizou, em 2016, 8.894 exames para HIV, resultando em 205 casos positivos. Destes, 165 (80,5%) eram pacientes do sexo masculino e 40 (19,5%) do sexo feminino. A faixa etária de 20 a 24 anos foi a de maior incidência (30,2% dos casos), seguida do grupo de 25 a 29 anos (21%) e 30 a 34 anos (17,1%).

A Gerência de DST da Fuam implantou, em 2016, o Serviço de Atendimento Especializado (SAE) com o objetivo de atender de forma integral o pacientes com HIV positivo. Atualmente, já estão sendo atendidos 350 pacientes, acompanhados por médicos infectologistas, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais e farmacêuticos bioquímicos.