ACESSIBILIDADE

SUSAM

Secretaria de Estado de Saúde



Crianças com deficiência recebem cadeiras especiais de programa de reabilitação da Susam

26/03/2018 15:25:30

Quarenta e cinco crianças atendidas no Centro Especializado em Reabilitação (CER III), da Secretaria Estadual de Saúde (Susam), receberam cadeiras especiais, nesta quarta e quinta-feira (21 e 22/03). Localizada na Policlínica Codajás, na Cachoeirinha, zona sul, o CER III é a unidade do Governo do Amazonas especializada no atendimento a pessoas com deficiência, que necessitam de reabilitação e estímulo ao desenvolvimento físico e psicossocial.
O trabalho feito na unidade tem a parceria do Fundo de Promoção Social (FPS) e o acesso aos equipamentos é para pacientes em tratamento mediante solicitação prévia, conforme explica a enfermeira e supervisora do CER III, Josenira Almeida.
Os equipamentos tiveram processo de compra iniciado em novembro de 2017. A supervisora explica que as cadeiras especiais variam de tamanho e foram fabricadas sob medida, de acordo com a mensuração efetuada pela fisioterapeuta. “Todos esses pacientes já estavam sendo atendidos por nós. No entanto, alguns ainda não tinham cadeira e outros precisavam renovar. Essa é a missão do CER III”.
Entre as pacientes atendidas nesta quinta-feira estavam Suelen Vitória, de apenas 12 anos de idade, portadora da microcefalia. A avó, Marilene Alves, contou que a neta usava uma cadeira emprestada. “Ela precisava muito de uma cadeira, porque está crescendo e a que tínhamos não dá mais conta. Com a minha idade já estou ficando sem condições de carregá-la. Depois de tanto tempo a espera, receber a ligação com essa notícia é uma alegria muito grande”, disse Marilene.
Rosenilda da Silva Castro, mãe de Amanda da Silva Castro, de 7 anos, se disse emocionada ao saber que a filha, com paralisia cerebral, também foi contemplada.  “Tenho que ir com ela à fisioterapia e ela não anda e não senta. Para tudo, precisamos carregar. Por isso, nossa filha depende tanto dessa cadeira”, afirmou.
Para receberem o equipamento, os pais e responsáveis passam por uma palestra que, segundo Josenira, é fundamental para garantir o cuidado com a cadeira especial. “Agora, só poderão ter o equipamento renovado em março de 2020. Ou seja, é primordial que eles saibam cuidar e manusear, já que o programa não permite que sejam contemplados novamente em um curto espaço de tempo”, destacou.
Atualmente, o CER III possui mais de 17.494 usuários cadastrados. Eles estão divididos em quatro módulos: de ostomia, com fornecimento permanente de material; ortopédico, que envolve assistência com acompanhamento médico e fornece equipamentos que auxiliam a locomoção; auditivo, que auxilia com a aquisição de aparelho de amplificação sonora individual; e o visual, que atende pacientes com deficiências visuais.
Para ser atendido pelo programa é necessário que os pacientes  apresentem uma solicitação médica com a indicação do equipamento ou material necessário. Junto a isso, devem ser levadas cópias do RG, CPF, comprovante de residência e cartão do SUS. Quando existe um responsável pelo paciente também é necessário que sejam apresentadas os mesmos documentos.