ACESSIBILIDADE

SUSAM

Secretaria de Estado de Saúde



FVS realiza videoconferência com municípios, para mobilização contra o Sarampo

26/03/2018 15:27:24

A Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), órgão da Secretaria de Estado de Saúde (Susam), realiza na próxima terça-feira (27), às 17h,  uma videoconferência sobre Sarampo, com os secretários municipais de Saúde, coordenadores de vigilância em saúde e de imunização dos 61 municípios do interior do Amazonas. O objetivo da transmissão é reforçar as orientações referentes à Nota Técnica nº9/2018, que destaca a importância da vacinação contra o sarampo, como principal medida de prevenção da doença.

 

A videoconferência faz parte das ações do Governo do Estado de prevenção à doença, que já tem 32 casos suspeitos na capital. Segundo o secretário estadual de Saúde, Francisco Deodato, os postos de saúde estão abastecidos na capital e no interior, com o reforço de mais de 180 mil doses solicitadas e enviadas ao Estado pelo Ministério da Saúde, desde o surgimento dos primeiros casos em Boa Vista (RR). “Estamos mantendo a vigilância permanente nos municípios e atentos ao surgimento de algum caso. Neste momento, é muito importante reforçar a prevenção, com a vacinação daqueles que ainda não estão imunizados”, disse o secretário.

 

A transmissão da videoconferência será através do Centro de Mídias da Secretaria de Estado da Educação e Qualidade do Ensino (Seduc) e será conduzido pelo diretor presidente da FVS, Bernardino Albuquerque, e a coordenadora estadual de Imunização, Izabel Fernandes.

 

Para Bernardino Albuquerque, a medida se faz necessária como forma de barrar todas as portas de entrada possíveis do sarampo no Estado. "Será o momento de esclarecer as dúvidas desses profissionais em relação à situação epidemiológica da doença no Amazonas, além de mobilizá-los para manter a vigilância ativa de possíveis casos suspeitos de sarampo", disse.

 

Segundo Izabel Fernandes, essa é uma situação atípica, porém, com uma arma poderosa. "Todas as unidades de saúde estão abastecidas com a principal estratégia de prevenção, que é a vacina tríplice viral. Por isso, precisamos sensibilizar os gestores municipais para aumentar as coberturas vacinais de cada município e, dessa forma, evitar a doença na comunidade", esclareceu.

 

Casos suspeitos - De acordo com o último boletim epidemiológico, divulgado na última quinta-feira (22/03), há 32 casos notificados como suspeitos de sarampo em Manaus, sendo 13 mulheres e 19 homens. Os dois primeiros foram registrados em fevereiro, e outros 30 em março. Ao todo são 25 crianças menores de cinco anos e 7 adultos entre 19 a 45 anos.