ACESSIBILIDADE

SUSAM

Secretaria de Estado de Saúde



Amazonas tem 108 casos notificados para sarampo, na capital e interior, conforme Boletim da FVS

04/04/2018 15:22:44

A Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), órgão da Secretaria de Estado de Saúde (Susam), divulgou, nesta quarta-feira (04/04), por meio da Sala Estadual de Resposta Rápida para Surto de Sarampo, o 2º Boletim Epidemiológico, que registra 108 casos notificados da doença no Amazonas. Desse total, 103 são de Manaus, 01 de São Gabriel da Cachoeira, 01 de Anori, 01 de Humaitá, 01 de Itapiranga e 01 de Iranduba.
 
Dos 108 casos notificados no Amazonas, 04 registrados em Manaus foram confirmados para sarampo e 02 descartados (01 de Anori  e 01 da capital). Outros 103 permanecem em investigação. De acordo com o Boletim da FVS, 76% dos casos notificados são referentes a crianças menores de cinco anos. Todos os casos confirmados são da zona Norte de Manaus.
 
O secretário estadual de Saúde, Francisco Deodato, reforça o alerta para a única forma de prevenção contra o sarampo, que é a vacina, disponível em toda a rede básica dos municípios – Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs). Na capital, além das UBSs e UBSFs, também há vacina nos 12 Centros de Atenção Integral à Criança (CAIC), unidades que atendem o público infantil. “É preciso estar atento, porque trata-se de uma doença que é facilmente transmitida”, afirmou Deodato.
 
A faixa etária recomendada pelo Ministério da Saúde para vacinação é de 1 a 49 anos. Em Manaus, devido à situação de surto epidemiológico, as crianças de 6 a 11 meses também devem receber a vacina.
 
Busca retrospectiva – A FVS-AM informa que continua a busca retrospectiva de casos suspeitos de sarampo, atendidos nas unidades da rede estadual, com objetivo de investigar a cadeia de transmissão da doença. O diretor-presidente da FVS-AM, Bernardino Albuquerque, ressalta que o trabalho consiste em identificar, através dos prontuários, os sinais e sintomas de pessoas que foram atendidos nesse período, com doenças exantemáticas e, dessa forma, fazer a investigação e também realizar a coleta de amostras destes pacientes.
 
Até o momento foram revistos 51.975 prontuários na busca retrospectiva, informa Bernardino Albuquerque. "Esse trabalho é diário e intenso, realizado pela equipe especializada da vigilância. Na atualização desta quarta-feira (03/04) são 11 pacientes encontrados na busca retrospectiva, que já podem ser considerados como casos suspeitos", explicou.                                   
As equipes estão realizando a busca retrospectiva no Hospital e Pronto-Socorro (HPS) da Zona Norte, HPS 28 de Agosto, HPS Platão Araújo, Centro de Atenção Integral à Criança (Caic) Paulo Xerez e nos Serviços de Pronto Atendimento (SPAs) Enfermeira Eliameme Rodrigues Mady, São Raimundo e Coroado. 
 
Videoconferência - Com a intensificação do monitoramento no interior, nesta quarta-feira (04/04), será realizada a “2ª Videoconferência de Casos Suspeito de Sarampo”, por meio do Centro de Mídias da Secretaria de Estado da Educação e Qualidade de Ensino (Seduc). A videoconferência será ministrada pelo infectologista e diretor de Assistência Médica da Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), Antônio Magela. 
 
O evento acontecerá das 17h às 18h e alcançará todos os municípios do Amazonas. Na ocasião, o infectologista irá apresentar imagens para ilustrar os casos suspeitos, além de compartilhar a experiência vivenciada na unidade, para o manejo clínico adequado do paciente, no que se refere ao tratamento e isolamento.