ACESSIBILIDADE

SUSAM

Secretaria de Estado de Saúde



FCecon recebe técnicos de Rondônia para capacitação em radioterapia

10/04/2018 16:49:37

Quatro técnicos da Escola Politécnica de Saúde Joaquim José Venâncio (Epsjv), de Porto Velho (RO), passaram por treinamento sobre o funcionamento do Acelerador Linear, aparelho utilizado para o tratamento de radioterapia.  O estágio durou cinco meses, com início em novembro de 2017, e foi concluído nesta semana nas instalaões da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), órgão vinculado à Secretaria de Estado da Saúde (Susam), em Manaus. 

"Consideramos de extrema importância esse tipo de treinamento, que ajudará a implementar uma tecnologia de ponta na rede pública de saúde de todo o País, ampliando a oferta de tratamento e garantindo uma terapia mais eficaz à população", destacou a diretora-presidente da FCecon, engenheira biomédica Ana Paula Lemes.

O Curso de Especialização Técnica de Nível Médio em Radioterapia com Ênfase em Aceleradores Lineares foi realizado em parceria com o Instituto Nacional do Câncer (Inca) e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). A FCecon foi escolhida como um dos centros de capacitação, por dispor de um acelerador em seu parque radioterápico e também por ser a unidade do Sistema Único de Saúde (SUS) considerada referência no diagnóstico e tratamento do câncer na Amazônia Ocidental.

Participaram do estágio na FCecon os técnicos em radioterapia Roque Durval de Oliveira Júnior, Valdecy de Oliveira Felix, Alaide de Almeida e Mary Rodrigues Marques de Almeida.

O gerente de Radioterapia da FCecon, médico radioterapeuta Leandro Baldino, explicou que o objetivo do curso foi preparar os profissionais para operar os Aceleradores Lineares, que serão doados pelo Ministério da Saúde (MS), a diversos hospitais do País, a partir do Plano de Expansão da Radioterapia no SUS. Ao todo, serão 80 equipamentos. A FCecon foi uma das contempladas e receberá, no segundo semestre deste ano, mais um aparelho dessa natureza, que possibilitará o aumento em até 25% na oferta de tratamento radioterápico.

A técnica em Radioterapia, Mary Rodrigues Marques de Almeida, explicou que a primeira etapa foi uma seleção nacional no mês de março de 2017. Ela disse que os aprovados receberam aulas sobre a Política Nacional de Humanização (PNH), a importância do cuidado diferenciado com o paciente oncológico, ética, contenção de radiação, entre outros assuntos. O treinamento ocorreu em Salvador (Bahia). "A última fase foi o estágio supervisionado na FCecon, onde tivemos a oportunidade de acompanhar os procedimentos adotados com os pacientes", disse. 

Segundo Mary Rodrigues, a experiência na Fundação Cecon foi enriquecedora. "Pegamos o período de transição entre os blocos de proteção, usados para isolar os tumores dos órgãos de risco, e o dispositivo Multileaf (Collimator), acessório recém instalado, que torna a aplicação da radiação mais precisa", pontuou.

Alaide de Almeida agradeceu pelo acolhimento e destacou a paciência dos técnicos da FCecon em explicar o funcionamento do Acelerador Linear. "Tínhamos o conhecimento teórico. Os técnicos, físicos e médicos da Fundação tiveram paciência para nos ensinar a parte prática".