ACESSIBILIDADE

SUSAM

Secretaria de Estado de Saúde



CAICs vacinam cerca de 3 mil crianças no Dia D contra o Sarampo

16/04/2018 08:24:04

Aproximadamente 3 mil crianças, de 6 meses a 5 anos, foram vacinadas no Dia D contra o Sarampo, no último sábado (15/04), nos 12 Centros de Atenção Integral à Criança (CAICs), unidades da Secretaria de Estado de Saúde (Susam). A campanha é realizada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), que montou cerca de 500 postos em toda a cidade de Manaus no sábado.

O secretário estadual de Saúde, Francisco Deodato, ressalta que a campanha continua até o dia 24 de abril, com o objetivo de vacinar o maior número possível de crianças. O horário de funcionamento dos CAICs é de 8 às 17h. “O púbico alvo dessa campanha, aqui em Manaus, é a faixa na qual há o maior número de notificações. Mas, é importante que a população faça a vacinação de rotina para a faixa estabelecida pelo Ministério da Saúde, que é a de 1 ano a 49 anos de idade”, lembrou o secretário, ressaltando que todas as unidades básicas de saúde, da capital e do interior, além dos CAICs, em Manaus, estão abastecidas com a vacina contra o sarampo.

Na última quarta-feira (11/04), a Susam divulgou o 3º Boletim Epidemiológico, expedido pela Sala Estadual de Resposta Rápida para Surto de Sarampo, contendo o levantamento atualizado dos casos, no Estado. São 192  notificações, sendo 183 em Manaus e 09 no interior do Estado (02 em Humaitá, 01 em Anori, 01 em Beruri, 01 em Itacoatiara, 01 em Itapiranga, 01 em Iranduba, 01 em Manacapuru e 01 em São Gabriel da Cachoeira).

Até o momento, são 06 casos já confirmados na capital e 02 descartados (01 em Manaus e 01em Anori). Seguem em investigação 184 casos. Aproximadamente 65% dos casos notificados são crianças menores de cinco anos e 42% em adultos de 20 a 49 anos.

O diretor-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Bernardino Albuquerque, destaca que até o dia 24 de abril a meta é vacinar 201 mil crianças na faixa-etária da campanha, na capital. Bernardino explica que, no interior, a FVS está fazendo um trabalho específico com foco nos municípios considerados de risco – aqueles com população acima de 75 mil habitantes, localizados em área de fronteira com outros países e estados, que tenham concentração de população indígena e os da Região Metropolitana de Manaus (RMM).

Nesses locais, equipes da FVS estão fazendo um trabalho junto ao município para a intensificação da vacinação de rotina, da vigilância epidemiológica, além de trabalhar a orientação dos profissionais para bloqueio, investigação e aplicação do protocolo de manejo de casos suspeitos em nível local. “A orientação é que só mandem para Manaus casos suspeitos com gravidade. Casos comuns, sem complicação, devem ser tratados no próprio município.
O sarampo é uma doença autolimitada, que não precisa de medicação específica, só sintomática, remédio para febre, por exemplo, e para combater os demais sintomas”.

Segundo Bernardino, as equipes da FVS já visitaram Tabatinga, Benjamin Constant, Ataia do Norte, São Gabriel da Cachoeira, Benjamin Constant, Humaitá, Iranduba, Manacapuru, Presidente Figueiredo e Parintins. As visitas continuam esta semana para os demais municípios de risco. 

Treinamentos – Usando o Centro de Mídias da Secretaria de Estado da Educação e Qualidade de Ensino (Seduc), a FVS realizou semana passada a “2ª Videoconferência de Casos Suspeitos de Sarampo”, ministrada pelo infectologista e diretor de Assistência Médica da Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), Antônio Magela. O treinamento foi transmitido para mais de 50 municípios.

Na última quarta-feira (11/04), a FVS realizou Atualização em Sarampo, para profissionais de saúde das redes pública e privada, oriundos de cooperativas, sociedades médicas e conselhos de classe. A palestra foi no auditório do Conselho Regional de Medicina (CRM), situado no bairro Flores, zona oeste da cidade.

O Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-FVS) também realizou treinamento, voltado para coleta, armazenamento, transporte e fluxo para envio de amostras de casos suspeitos de Sarampo, com a participação dos técnicos de laboratórios distritais de Manaus.

Confira onde tem CAIC mais perto de casa
 
 
 
ZONA SUL
CAIC JOSEPHINA DE MELLO
CAIC ALEXANDRE MONTORIL
Rua Coronel Ferreira de Araújo s/nº - Petrópolis
 
ZONA CENTRO-SUL
CAIC AFRÂNIO SOARES
Avenida Tancredo Neves s/nº Shangrilá – Parque Dez
 
ZONA OESTE
CAIC ALBERTO CARREIRA
Avenida Brasil s/nº Compensa I
 
ZONA CENTRO-OESTE
CAIC JOSÉ CARLOS MESTRINHO   
Rua 05 nº 367 Alvorada II
CAIC RUBIM DE SÁ
Desembargador João Machado s/nº Campos Elíseos - Planalto                                        
 
ZONA LESTE
CAIC ANA BRAGA
Rua Alameda Cosme Ferreira s/nº São José I
CAIC DR. EDSON MELO
CAIC DR. JOSÉ CONTENTE   
 
ZONA NORTE
CAIC GILSON MOREIRA
Rua 02 nº 70 Conjunto Mundo Novo Cidade Nova I
CAIC DR. MOURA TAPAJÓS            
Avenida Samaúma nº 606 Monte das Oliveiras - Galiléia II
CAIC MARIA HELENA GOES