ACESSIBILIDADE

SUSAM

Secretaria de Estado de Saúde



Fundação Hemoam possui cerca de 500 mil doadores aptos e realiza 140 mil transfusões por ano

15/06/2018 08:29:36

Doar sangue é um grande motivo de realização de vida. A afirmação é do engenheiro aposentado Carlos Azevedo Pontes, 68, que já realizou mais 110 doações de sangue, desde fevereiro de 1986, na Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam), órgão da Secretaria de Estado de Saúde (Susam). Carlos é um dos cerca de 500 mil doadores aptos cadastrados que a instituição possui. Em um período de 12 meses, o Hemoam recebe mais de 60 mil doações, o que corresponde ao atendimento de 140 mil transfusões de sangue.


De acordo com o diretor-presidente do Hemoam, Nelson Fraiji, a instituição tem mantido, desde 2014, o número de aproximadamente 800 bolsas de sangue em seu estoque. O quantitativo foi estabelecido como norma de segurança para a Copa do Mundo de 2014 no Brasil, preparando o banco de sangue do estado para eventuais catástrofes.


"Estamos permanentemente preparados. Isso nos permite e nos deixa tranquilos para enfrentar, em qualquer momento, qualquer que seja a situação na cidade, não apenas nas festas como Carnaval e festivais folclóricos", ressaltou Fraiji. O Hemoam é responsável pela coleta e distribuição de sangue para todos os hospitais públicos e privados do Amazonas.


Homenagens - Na manhã desta quarta-feira (13/6), doadores de sangue instituições públicas e privadas que contribuem com a doação de sangue foram homenageados na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), em uma sessão especial em homenagem ao Dia Mundial do Doador de Sangue, comemorado internacionalmente no dia 14 de junho.


A data é promovida pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e neste ano o tema é "Seja Solidário. Doe Sangue. Compartilhe a Vida". A OMS destaca que a iniciativa promove valores fundamentais, como altruísmo, respeito, empatia e generosidade.


O engenheiro aposentado lembra o motivo da primeira doação de sangue. Segundo ele, depois desse primeiro gesto solidário, a empatia pelo próximo aumentou. "Nós tínhamos uma pessoa que trabalhava em nossa casa e que estava precisando de sangue. Foi aí que comecei a doar. É uma alegria saber que estou beneficiando alguém. Com esse gesto solidário, eu contribuí com minha saúde e alegria. É uma realização", afirmou Carlos Azevedo Pontes.


Eventos pelo mundo - No âmbito mundial, o país-sede do evento do Dia Mundial do Doador de Sangue 2018 é a Grécia, por meio de seu Centro Nacional Helênico de Sangue, na cidade de Atenas. Na Região das Américas, a República Dominicana sediará o evento.