ACESSIBILIDADE

SUSAM

Secretaria de Estado de Saúde



Susam registrou mais de mil atendimentos em Parintins, durante o festival

06/07/2018 08:46:32

A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) registrou 1.008 atendimentos médicos em Parintins, durante o 53º Festival Folclórico da cidade. Em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa-Parintins), o Governo do Amazonas reforçou este ano cinco pontos de atendimento nas áreas de urgência e emergência no município.

De acordo com o monitoramento realizado pela Susam, dos 1.008 atendimentos, apenas 311 tiveram relação direta com o evento. Os demais 697 foram demandas naturais do município, relacionadas a outras procedências. De acordo com a secretária executiva adjunta de Atenção Especializada do Interior/Susam, Edylene Pereira, todos os casos foram solucionados, prova de que a ação foi bem planejada e executada.

“Essa estratégia de trabalho em equipe, com os dois entes envolvidos, município e estado, é um diferencial, a receita certa para esse tipo de evento. Considero que neste festival alcançamos os nossos objetivos do ponto de vista de organização e de oferta de serviço de qualidade”, ressalta Edylene.

Qualidade no atendimento - A área clínica foi a mais demandada no período, sendo responsável por 65% dos atendimentos realizados, seguida por enfermagem (22%) e pediatria (10%). Para Edylene, os números mostram que foi uma festa tranquila, no que diz respeito à área de saúde. “Tudo aconteceu dentro do que a gente planejou. As intercorrências foram as mínimas possíveis, e as que ocorreram a gente conseguiu atender com qualidade e em tempo oportuno”, afirma a secretária executiva adjunta.

Um dos objetivos de realizar o monitoramento dos atendimentos de forma simultânea era poder identificar possíveis surtos e agir de forma imediata. Neste sentido, apenas duas ocorrências chamaram atenção das autoridades: uma de suspeita de sarampo e outra sobre um possível surto causado por alimentos ou água. Nas duas situações foram realizadas medidas de contenção. Exames estão sendo feitos para comprovar de fato a causa das ocorrências.

Turistas – Nos casos relacionados ao evento, tendo como paciente o público turista, 237 eram do Amazonas, 13 do Pará, 4 de São Paulo, 3 do Rio de Janeiro, 3 de Rondônia, 3 de Roraima, 2 do Distrito Federal, 1 do Amapá, 1 do Espírito Santo, 1 do Mato Grosso e 1 do Paraná.

Bumbódromo – Dos 1.008 atendimentos monitorados, apenas 160 foram registrados na área do Centro Cultural de Parintins, o Bumbódromo. As demais ocorrências foram registradas nos dois hospitais do município: Padre Colombo e Jofre Cohen.

Pela primeira vez trabalhando nos serviços de saúde no festival de Parintins, o médico cirurgião Ícaro Nascimento elogiou as condições de trabalho e afirmou que as expectativas que tinha sobre a ação foram atendidas.

“A Prefeitura e o Governo do Estado estão de parabéns, porque conseguiram montar uma estrutura muito boa, com equipes bem qualificadas. A gente conseguiu resolver muita coisa dentro mesmo do Bumbódromo, sem precisar remover o paciente. Tivemos recursos para fazer atendimento básico para estabilizar os pacientes, antes de precisar que ele chegasse em um hospital maior. Acho que conseguimos atender as expectativas”, avalia o médico.

UTI Aérea - Um dos serviços que foram reforçados durante a festa em Parintins foi o de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Aérea. Nos três dias de apresentação dos bois Caprichoso e Garantido, a aeronave ficou à disposição das 17h à 1h, no aeroporto Júlio Belém. Nesse período, foram realizadas três remoções. No entanto, nenhum caso tinha relação com o evento.

Leitos de UTI – Outro serviço montado na cidade pela Susam foi uma UTI com três leitos no Hospital Regional Jofre Cohen. Instalada do dia 28 a 01/07, a unidade não recebeu nenhum paciente.

O motorista Gerson Andrade foi uma das 160 pessoas que precisaram de atendimento no Bumbódromo, durante o fim de semana. Após receber o atendimento, ele agradeceu pela atenção que recebeu da equipe. “Foi um atendimento muito bom. Graças a Deus, o médico me deu uma medicação e conseguiu resolver o meu problema. Parabéns a todos os envolvidos”, avaliou Gerson.

A avaliação do secretário municipal de Saúde, Clerton Florêncio, é de que a parceria entre o município e o estado qualificaram o atendimento oferecido durante o festival. “É isso que a gente quer, qualificar nossos serviços e mostrar, principalmente para os turistas, que ele será bem atendido. Essa parceria entre o município e o estado vem qualificar este trabalho”, ressalta Clerton.

Em resumo

Números de atendimentos médicos
Bumbódromo: 160
Hospital Padre Colombo: 378
Hospital Jofre Cohen: 470

Tipos de procedimentos
Curativo: 85
Debridamento: 2
Inalação: 76
Injetável: 1.147
Retirada de pontos: 4
Sutura: 11

Exames realizados
Laboratorial: 220
Raio X: 136
Ultrassonografia: 20
Teste rápido: 14

Informações complementares
Lacerações e ferimentos: 11
Fraturas: 4
Preservativos distribuídos: 39.500
Material educativo distribuído: 3.717
Inspeções sanitárias: 63
Monitoramento de serviços de alimentação-ambulante: 151
Bloqueio vacinal de caso suspeito de sarampo: 12
Remoções por UTI-Aérea: 3
Profissionais da Susam envovidos no trabalho: 50