ACESSIBILIDADE

SUSAM

Secretaria de Estado de Saúde



Lar Rosa Blaya comemora cinco anos

26/02/2019 13:58:13

O Serviço Residencial Terapêutico Lar Rosa Blaya (SRT), da Secretaria de Estado de Saúde,  completa nesta terça-feira (26/02) cinco anos de atividade.  Localizado na Alameda A, no bairro Santa Etelvina, na zona Norte de Manaus, ao lado do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) Dr. Silvério Tundis, o serviço é uma alternativa de moradia, oferecida pelo Governo do Estado, àquelas pessoas oriundas de longos períodos de internação em hospitais psiquiátricos que não contam mais com suporte adequado na família.


“Nos casos das pessoas atendidas no Lar Rosa Blaya, todos os residentes são pacientes que estavam internados no antigo Hospital Psiquiátrico Eduardo Ribeiro, cujas famílias não os procuraram mais, abandonando-os. Então, o estado criou o serviço, onde eles recebem todos os cuidados para que possam viver em convívio com os demais”, explica a diretora do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) Dr. Silvério Tundis, Jânglea Cristina Campos.


Atualmente, o Lar Rosa Blaya abriga 31 pessoas, distribuídas em seis residências. As casas são compostas por sala de estar integrada com sala de jantar, cozinha, dois quartos (um com capacidade para 2 pessoas e outras para 4 pessoas), banheiro e área de serviço. As casas são habilitadas por meio de legislação própria do Ministério da Saúde.


No serviço, os residentes são acompanhados 24 horas por cuidadores, recebem apoio do serviço social, além de atendimento psicossocial oferecido no CAPS Dr. Silvério Tundis e no restante da rede de saúde.


Como parte das comemorações pelo 5º aniversário, a direção do serviço  oferece aos residentes e servidores, nesta terça-feira (26/02), às 15h, na área externa do Lar Rosa Blaya, um lanche, seguido de uma cerimônia religiosa (bênção).


“É realmente um serviço muito importante. Temos preocupação muito grande com o bem-estar deles, uma vez que sabemos que eles não receberam a atenção adequada das famílias e hoje estão dependentes desse apoio do estado para seguir em frente”, comenta Jânglea Cristina, ressaltando que os residentes necessitam de cuidados intensivos, com monitoramento técnico diário e pessoal auxiliar permanente.


Desospitalização - Os Serviços Residenciais Terapêuticos (SRT) no âmbito do SUS foram criados por meio da Portaria nº- 106/GM/MS, de 11 de fevereiro de 2000. Os SRTs são estratégicos no processo de desospitalização e reinserção social de pessoas longamente internados nos hospitais psiquiátricos ou em hospitais de custódia.


FOTO: Divulgação/Secom