ACESSIBILIDADE

SES-AM

Secretaria de Estado de Saúde



Diretor-presidente da Fuam vai a Brasília apresentar projetos da instituição

24/07/2019 19:15:13

O diretor-presidente da Fundação Alfredo da Matta (Fuam), Ronaldo Amazonas, juntamente com equipe de diretores da instituição, está em Brasília para visita técnica a setores do Ministério da Saúde e a gabinetes de parlamentares da bancada federal do Estado do Amazonas no Senado Federal e na Câmara dos Deputados.

Segundo o diretor-presidente da Fuam, o objetivo da visita, que iniciou na segunda-feira (22/07) e segue até a próxima sexta-feira (26), é apresentar três projetos da Fundação que compõem o plano de ações institucional.

“Trouxemos importantes projetos que estão inclusive listados no Plano Plurianual (PPA) 2020/2022 do Governo do Estado do Amazonas e que são de suma importância para a ampliação da nossa capacidade de atendimento e para dar mais agilidade ao tratamento dos nossos pacientes”, explica Ronaldo Amazonas.

Ronaldo Amazonas esteve nesta terça-feira no Ministério da Saúde acompanhando o Secretário de Saúde do Amazonas, Rodrigo Tobias de Souza, que cumpre agenda em Brasília. Da Fuam, três projetos são pautas de reuniões em que se pretende pleitear a liberação de financiamentos por meio de emendas parlamentares, por isso a visita inclui as coordenadorias técnicas de gabinetes de parlamentares amazonenses.

Visitas técnicas - A agenda da equipe, integrada também pelo diretor administrativo-financeiro, Heraldo Lucas, e pela diretora de ensino e pesquisa, Valderiza Pedrosa, inclui também visitas técnicas ao Departamento de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis e à Coordenação-Geral de Hanseníase e Doenças em Eliminação (CGHDE).

“Na CGHDE vamos discutir dois convênios da Fuam como Centro de Referência do Ministério da Saúde para tratar do repasse de recursos que já estão assegurados; já no Departamento de IST/Aids vamos tratar sobre a implantação de testagem para CD4 na própria Fuam, para nossos pacientes de HIV em tratamento no SAE – Serviço de Atendimento Especializado”, explica Ronaldo Amazonas. 

Projetos da Fuam – Os projetos apresentados são Ação Para Eliminação da Hanseníase (APELI), para intervenção no combate à Hanseníase no Estado do Amazonas; o projeto de revitalização física da sede da Fuam e o projeto para digitalização de prontuários de pacientes. 

O Projeto APELI visa uma forte intervenção no combate à Hanseníase no interior do Estado do Amazonas e tem um custo estimado de R$ 4 milhões em um período de quatro anos. Segundo o diretor-presidente da Fuam, o projeto foi também apresentado em reunião no Ministério da Saúde. 

“Tivemos reunião com departamentos técnicos do Ministério da Saúde e discutimos o Projeto APELI e todas as possibilidades de reproduzi-lo em outros Estados do Brasil; há sim o interesse do Governo Federal em levá-lo ao restante do país”. 

Para a revitalização da sede física da Fuam o projeto contempla a ampliação e a readequação do prédio, viabilizando a construção do Hospital Dia que irá ofertar 25 leitos para internações de curta duração. 

Mais segurança - O terceiro projeto de destaque é sobre digitalização do acervo de prontuários da Fuam. De acordo com Ronaldo Amazonas, a instituição possui 700 mil prontuários e com a digitalização do material, os benefícios vão desde agilizar o atendimento de pacientes, facilitando o acesso do documento nas diferentes áreas de atendimento ambulatorial; além de segurança para a informação e redução de custos para a instituição.

“Temos um dos maiores acervos físicos de prontuários de pacientes do Estado, material que não pode ser desprezado, pois são informações como as de pacientes de Hanseníase”, explica. 

Com o material digitalizado o atendimento será mais ágil, os dados estarão mais seguros e a instituição ainda terá redução de custos, já que cerca de 20 servidores que atuam no arquivo poderão ser liberados e alocados em outras funções. O espaço físico também terá impacto, pois os documentos físicos que ocupam grande espaço em uma sala de arquivo serão armazenados em um servidor. 

Retorno a Brasília – As reuniões ainda não finalizaram, mas a equipe da Fuam já tem data para retornar a Brasília. Ele foi convidado por Rodrigo Tobias para, no dia 12 de agosto, apresentar o Projeto APELI ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em reunião da qual também participa o governador Wilson Lima. 

FOTO: DIVULGAÇÃO/FUAM