ACESSIBILIDADE

SUSAM

Secretaria de Estado de Saúde



Fuam e FMT sediam treinamento internacional em doenças tropicais

10/10/2019 17:43:00

Manaus será sede do 7th Course in Tropical Dermatology, organizado pela Sociedade Alemã de Dermatologia (DDG) e pela Sociedade Internacional de Dermatologia nos Trópicos (ISDT), em cooperação com a Fundação Alfredo da Matta (Fuam) e a Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD). Ao todo, 47 dermatologistas, entre alemães, suíços e austríacos, receberão aperfeiçoamento em doenças tropicais pelos profissionais das fundações.

A abertura do curso será no próximo dia 17, no Tropical Executive Hotel, em Manaus. No dia seguinte, os profissionais visitantes passarão o dia em aulas na FMT-HVD. Após isso, vão passar dois dias realizando passeios turísticos e conhecendo a realidade regional. Nos dias 21 e 22 de outubro, eles terão aulas na Fuam, onde ocorrerá também o encerramento do curso.

Os profissionais visitantes terão aulas práticas, discussão de casos clínicos e aulas teóricas na programação do curso. “No dia 18, pela manhã, eles terão a parte prática e serão divididos em grupos para participar dos ambulatórios e enfermarias de dermatologia, laboratório de micologia e sessão de casos selecionados de dermatopatologia tropical”, informou a coordenadora do curso na FMT-HVD, Dra. Virgínia Vilasboas.

No período da tarde, os médicos participarão de aulas teóricas com diversos profissionais da Fundação e outras referências. Dentre os palestrantes estão o Dr. Jorge Guerra, que abordará pesquisas e estudos de casos sobre Leishmaniose, e o Dr. Fábio Francesconi, com a sessão clínica sobre a doença micótica, histoplasmose.

No Alfredo da Matta, o curso é coordenado pela médica dermatologista Mônica Santos, tendo os médicos Sinésio Talhari e Carolina Talhari no comitê organizador. Dentre os profissionais da Fuam, os médicos Sinésio Talhari e José Carlos Sardinha abordarão respectivamente temas como o Programa de Controle da Hanseníase no Amazonas e Doenças Sexualmente Transmissíveis no Amazonas, como parte da programação teórica. As aulas acontecem no auditório Damião Litaiff, sede da Fuam, no horário das 13h30 às 17h.

Além das aulas teóricas, os dermatologistas acompanharão atendimento de pacientes nos ambulatórios da Fuam, das 9h às 12h, como aula prática, e terão um momento para discussão de casos clínicos de Hanseníase. “Teremos aula em seis consultórios do Ambulatório de Hanseníase, e em seis consultórios do Ambulatório de Dermatologia Tropical, onde os participantes se dividirão e acompanharão, com presença dos nossos médicos, consultas de pacientes pré-selecionados”, explica a diretora de ensino e pesquisa da Fuam, Valderiza Pedrosa.

O Dr. Sibulle Schliemann, membro da International Society of Dermatology in the Tropics ISTD, que oferece o curso, afirma que o objetivo da organização é promover integração e conhecimento para qualquer profissional médico. “São oferecidas reuniões científicas com base na Alemanha, bem como educação curricular a qualquer dermatologista interessado por atividades regulares nos cursos” disse Schliemann.

Segundo a diretora de ensino e pesquisa da Fuam, Valderiza Pedrosa, o resultado de estágios realizados no Amazonas por médicos do Exército Alemão foi o primeiro passo para a idealização deste curso em Manaus, tendo a Fuam como uma das sedes do evento. “Temos uma parceria com o Exército Alemão, e, em 2018, recebemos a Dra. Andrea Vanegas para um estágio. Ao regressar para a Alemanha, a médica apresentou alguns resultados de sua atuação em Manaus. Foi a partir daí que se deu início à ideia de um curso com a presença de outros profissionais dermatologistas daquele país, uma iniciativa da Sociedade Alemã de Dermatologia”, explica Valderiza.

Referência - A Fundação Alfredo da Matta é credenciada pelo Ministério da Saúde como Centro de Referência Nacional para controle e eliminação da Hanseníase e outras dermatoses de interesse sanitário. A instituição também é reconhecida como Centro Colaborador da Organização Mundial de Saúde e Organização Pan-Americana da Saúde (OMS/Opas) para controle, treinamento e pesquisa em Hanseníase para as Américas, reconhecimentos que a credenciam como um dos principais polos de disseminação de conhecimento a cerca da Hanseníase em todo o Brasil.

No atendimento de média e alta complexidade, a FMT-HVD é referência para o Sistema Único de Saúde (SUS) em Doenças Infectoparasitárias e Tropicais, acidentes ofídicos e Dermatologia Tropical. Na área de assistência ambulatorial, de janeiro a dezembro de 2018, a FMT-HVD realizou 1,2 milhão de procedimentos de diagnóstico, 1,8 mil cirurgias e 231,3 mil procedimentos clínicos.

Foto: Reprodução/MS
Mais informações: Assessoria de Comunicação da Fundação de Medicina Tropical Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD): Thiago Freire (98162-9823) e Assessoria de Comunicação da Fundação Alfredo da Matta (Fuam): 3632-5806.