ACESSIBILIDADE

SUSAM

Secretaria de Estado de Saúde



Relatório de ações da Susam entregue à ALE mostra avanços na saúde

10/10/2019 18:48:50

O secretário estadual de Saúde, Rodrigo Tobias, participou, nesta quinta-feira (10/10), na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), da apresentação de relatório das ações executadas pela Secretaria de Estado de Saúde (Susam) no 2º quadrimestre de 2019. Entre as ações, o secretário destacou o abastecimento de remédios de alto custo e a descentralização dos serviços de média complexidade no interior do Estado.

O relatório foi apresentado na Comissão de Saúde da Casa Legislativa. Na sua fala, Rodrigo Tobias ressaltou que o balanço mostrou avanços significativos na saúde do Estado. Destaques como a redução de filas de consultas especializadas e a descentralização dos serviços de média complexidade foram apresentados pelo secretário.

O secretário apresentou a melhoria no tempo de espera por atendimento de urgência e de especialidades que foi possível com a implantação do Sistema de Regulação de Leitos de Urgência e Emergência (Sister) e do Regula Mais. Algumas especialidades, como a endocrinologia, apresentaram uma redução de 85% na fila de espera por uma consulta.

Medicamentos de alto custo – No início da gestão da Susam, o setor de componentes especializados da Central de Medicamentos do Amazonas (Cema) contava com apenas 50% dos 157 itens atendidos no Estado. Na reunião desta quinta-feira, a Cema informou aos deputados que atualmente o estoque está 94% abastecido de remédios de alto custo.

Medicamentos como tracolimo, que é direcionado a pacientes transplantados e hormônios para crianças e adolescentes com problemas no desenvolvimento, agora estão disponíveis na Cema.

A descentralização da distribuição também foi destacada, com elogios por parte dos parlamentares. Quatro farmácias de componentes especializados já foram implantadas pela Susam.

Interior – Dos 70 milhões do Fundo de Fomento, Turismo, Infraestrutura, Serviços e Interiorização do Desenvolvimento do Amazonas (FTI), destinados à manutenção de hospitais no interior em 2019, R$ 57,5 milhões já foram transferidos para os municípios. De acordo com o secretário da Susam, duas outras parcelas serão pagas ainda neste ano, a próxima neste mês de outubro.

"Nunca foi destinado tanto recurso para a saúde no interior como agora. O Governo do Estado, apoiado por esta Casa (legislativa), conseguiu destinar aos municípios esse recurso que serve tanto para manutenção dos hospitais, quanto para investimento", disse o secretário.

A descentralização dos serviços do Baixo Amazonas, que recebeu infraestrutura necessária para o atendimento em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), também foi um reforço para o interior. Parintins recebeu em dois hospitais do município 50 novos equipamentos para UTI adulto e infantil. Além de zerar a fila por ultrassonografia no município, realizando no segundo quadrimestre 558 atendimentos.

“Nós estamos conseguindo algo no interior que é a integralidade dos serviços. Integrando a saúde básica com os serviços de média complexidade, apoiando com recursos do FTI esses municípios”, afirmou o secretário da Susam.

A Susam ainda apresentou mais de 700 atendimentos de saúde em Tabatinga, em cirurgias eletivas e ginecológicas, consultas e exames de ultrassonografia para a população do Alto Solimões. 

A apresentação do relatório realizada nesta quinta-feira é uma obrigação legal, que serve como uma prestação de contas junto ao Poder Legislativo, para mostrar como os recursos da saúde têm sido aplicados pelo Poder Executivo. A audiência é realizada a cada quatro meses, no âmbito da Comissão de Saúde da ALE-AM.