ACESSIBILIDADE

SUSAM

Secretaria de Estado de Saúde



Hospital 28 de Agosto retoma rotina de visitas a pacientes

01/07/2020 13:25:32

O Hospital e Pronto-Socorro (HPS) 28 de Agosto, na zona centro-sul de Manaus, uma das maiores unidades da rede de urgência e emergência do Amazonas, retomou a rotina de visitas a pacientes, com exceção daqueles com o novo coronavírus. O retorno do serviço foi possível graças à redução das internações por Covid-19 no hospital, diminuindo o risco de transmissão do vírus.

 

A suspensão das visitas como forma de evitar a disseminação do vírus nos hospitais iniciou no dia 23 de março, com o início da pandemia do novo coronavírus no Amazonas e a necessidade das unidades em atender e internar também pacientes com Covid-19.

 

Segundo a diretora do Hospital 28 de Agosto, Alessandra Lima de Albuquerque, o retorno das visitas ocorre de forma gradativa e com todos os cuidados para garantir a segurança de pacientes, visitantes e profissionais.

 

“Todos os visitantes são orientados quanto à obrigatoriedade do uso de máscaras e à higiene das mãos, antes e após a entrada nas enfermarias, seja com álcool gel ou com a lavagem das mãos em pias localizadas nos setores do hospital”, explicou a diretora.

 

Para diminuir o risco de disseminação do vírus, o hospital estabeleceu três horários diferentes de visita para cada andar da unidade, com duração de 30 minutos. O horário para o 3º andar é das 14h às 14h30, no 4º é das 15h às 15h30, e no 5º das 16h às 16h30. É permitida apenas a entrada de uma pessoa.

 

Dos três maiores prontos-socorros da rede estadual, o Hospital 28 de Agosto é o que mais recebe pacientes de Manaus e do interior. Em 2019, por exemplo, a unidade registrou 15.100 das 33.646 internações registradas nos três maiores hospitais da cidade (28 de Agosto, João Lúcio Machado e Platão Araújo).

 

Importância das visitas – O psicólogo do hospital, Denys de Paula Almeida, destaca que a visita tem um papel relevante na recuperação dos pacientes. “Durante a internação hospitalar, há um forte rompimento da rotina cotidiana do paciente e dos seus relacionamentos pessoais, por isso a visita de seus familiares é muito importante, pois ela ajuda a manejar o aspecto emocional, aumentando a adesão ao tratamento”, comenta o psicólogo.

 

De acordo com o gerente da Rede de Urgência e Emergência da Secretaria de Estado de Saúde (Susam), Moabe Valente Amorim, as visitas em outras unidades serão retomadas de acordo com avaliação técnica sobre o risco epidemiológico em cada uma delas.

 

Ele ressalta que as unidades que ainda estão com as visitas suspensas têm adotado chamadas em vídeo para garantir o contato de pacientes com familiares. E, dependendo do caso, tem sido garantida a possibilidade de acompanhantes.

 

“A questão visita ainda tem sido uma barreira para as demais unidades, por conta da possibilidade de aglomeração das pessoas na recepção, nos horários de visitas. Por isso, nesse momento, optamos pela liberação dos acompanhantes, com as medidas de prevenção”, explica.

 

FOTOS: Arthur Castro e Michel Mello/Secom