ACESSIBILIDADE

SES-AM

Secretaria de Estado de Saúde



Atendimento na enfermaria de campanha do Delphina Aziz incluirá reabilitação por fisioterapia

27/01/2021 18:18:04


Acompanhamento promove recuperação mais rápida e diminui sequelas causadas pela doença


Os pacientes internados na enfermaria de campanha do Hospital Delphina Aziz, na zona norte de Manaus, contarão com um reforço importante no processo de recuperação da Covid-19: a fisioterapia. Somados ao tratamento clínico, os exercícios serão disponibilizados na central de reabilitação da unidade de saúde, para promover uma recuperação mais rápida e diminuir as sequelas causadas pela doença.  


A reabilitação por meio da fisioterapia terá como foco os pacientes considerados no estágio final da doença, os quais a partir de hoje receberão o acompanhamento na enfermaria de campanha. O espaço inaugurado nesta quarta-feira (27/01), com a presença do governador do Estado, Wilson Lima, possibilitará um fluxo de desocupação de leitos do Delphina Aziz. 


A central de reabilitação do hospital entrou em atividade, em setembro do ano passado, como ambulatório pós-Covid, porém, com as medidas de restrição e dificuldade de acesso da população, o local passou a atender pacientes ainda internados.


“Não quer dizer que eles só vão receber fisioterapia aqui. Eles já recebem fisioterapia no andar, mas aqui é uma modalidade mais para recuperação e reabilitação. Com isso, esperamos acelerar a reabilitação desse paciente: tendo uma recuperação com o mínimo de sequelas possível, principalmente da parte cardiopulmonar; e que consiga ter alta o quanto antes para diminuir seu tempo de internação”, destacou o diretor técnico do Complexo Hospitalar Zona Norte, Leandro Moura, sobre os benefícios da modalidade integrada ao acompanhamento clínico.


Recuperação – Devido à internação prolongada por conta da Covid-19, conforme explica o coordenador do serviço de Fisioterapia do Hospital Delphina Aziz, Érick Paiva, muitos pacientes ficam enfraquecidos e, até mesmo, desenvolvem problemas relacionados ao pulmão, como a fibrose.


Para diminuir tais sequelas, os fisioterapeutas criam uma rotina de exercícios, específicos para simular a independência desses pacientes e aumentar a capacidade pulmonar. “A gente vai simular quando subir e descer escada, rampas, steps, exercícios ativos de respiração, tudo para que esse paciente volte o mais breve possível para casa, otimizando a alta e com condicionamento mínimo necessário para ele manter as atividades de vida diária”, explicou Érick Paiva. 


Contratação temporária - O Governo do Amazonas tem realizado, desde o dia 13 deste mês, a contratação temporária de fisioterapeutas para atuação no suporte aos pacientes acometidos pela Covid-19, na rede pública. 


De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), mais de 90 especialistas, na área de fisioterapia, já foram contratados para atuar na linha de frente, e novas contratações estão em andamento. A atuação dos agentes na assistência às pessoas com dificuldades respiratórias tem sido muito positiva, proporcionando uma nova alternativa no fluxo de atendimento hospitalar.


“Nós contratamos fisioterapeutas para atuar tanto nas urgências, nas emergências, como também para dar apoio nesse momento da fisioterapia, principalmente nas salas rosas, salas de estabilização e nas UTIs. Nós precisamos dos fisioterapeutas trabalhando nessa recuperação do paciente para que, primeiro, seja tratado no início para que não agrave; e, segundo, quando agravar tenha uma recuperação mais rápida”, acrescentou o secretário de Saúde, Marcellus Campelo.


FOTOS: Herick Pereira/Secom