ACESSIBILIDADE

SES-AM

Secretaria de Estado de Saúde



Governo do Amazonas garante vacinação contra a Covid-19 para municípios afetados pela enchente

16/03/2021 09:36:53


 

Mais de 129 mil doses já foram distribuídas para municípios das calhas do Juruá, Purus e Madeira

 

Mesmo com a enchente afetando fortemente boa parte dos municípios do Amazonas, o Governo do Estado tem mantido a distribuição de vacinas contra a Covid-19 e executado, junto a prefeituras e secretarias municipais, a campanha de vacinação. Até o momento, mais de 129 mil doses foram distribuídas para os 19 municípios avaliados pela Defesa Civil como os mais propensos a registrarem maiores danos provocados pela subida dos rios.

 

Segundo dados da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), o número de doses repassadas aos municípios nas calhas do Juruá, Purus e Madeira chegam a 129.150 doses. A quantidade de vacinas aplicadas nas cidades dessas calhas – com mais de 23 mil famílias em áreas afetadas - conforme o “vacinômetro”, foram 48.524, correspondendo a 69,2% do público prioritário (profissionais de saúde, indígenas aldeados e idosos) recebendo a primeira dose e 21,7% a segunda dose.

 

Wilson Lima repassou doses de vacinas contra a Covid-19 e pediu aos prefeitos que a campanha de imunização não seja suspensa. “Esse é um apelo que eu faço a todos os prefeitos: que a vacinação da Covid-19 continue, apesar de toda essa dificuldade com logística, porque a vacina contra a Covid é a arma mais poderosa contra essa pandemia", disse o governador.

 

As ações do Governo do Estado continuam nos municípios para garantir o apoio, tanto em ações humanitárias da enchente quanto em relação à vacinação. A distribuição das vacinas é de responsabilidade da FVS, organizando em conjunto com os municípios a logística de entrega dos imunizantes, seja por via aérea, fluvial ou terrestre.

 

O secretário executivo adjunto de Atenção Especializada do Interior da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), Cássio Espírito Santo, destacou a parceria com as equipes municipais para garantir o seguimento da campanha de vacinação.

 

“Não é porque a população está com a dificuldade da cheia que ela vai deixar de ser vacinada. As equipes dos municípios estão percorrendo de casa em casa, cumprindo suas metas e vacinando toda a população dentro das faixas etárias”, afirmou o secretário.

 

Interior – Na calha do Juruá, o município de Itamarati (a 985 quilômetros de Manaus) é um dos mais atingidos pela enchente, além de cidades como Envira, Ipixuna, Eirunepé, Guajará, Juruá e Carauari. A cidade com 7.814 habitantes enfrenta a subida do rio Juruá, que já afeta mais de mil famílias, conforme dados da Defesa Civil.

 

A vacinação contra a Covid-19 acontece em duas Unidades Básicas de Saúde (UBS) da prefeitura, sendo uma delas uma UBS Fluvial, atendendo cerca de 50 comunidades afastadas, e outra em área terrestre.

 

O prefeito de Itamarati, João Campelo (MDB), afirmou que o município está focado e cumprindo com a obrigação de vacinar a população contra a doença. Campelo diz que 6% da população total da cidade já foi vacinada.

 

“Temos trabalhado forte com as equipes visitando as famílias e procurando sempre orientar através da rádio, acompanhando de perto para fazer o trabalho precoce. Precisamos continuar focados. Tomara que mais vacinas cheguem ao Brasil e sejam encaminhadas ao Amazonas para gente atingir um público com idade mais baixa”, disse o prefeito.

 

O aposentado Raimundo Almeida, de 75 anos, recebeu a vacina por meio das equipes de saúde na própria residência, localizada em uma área alagada do município. Ele comemorou o momento, que contou com a presença do governador Wilson Lima. “Graças a Deus. Estou me sentindo bem até agora e espero que cada vez melhor. Espero que o mais breve possível a vacina chegue para nós, principalmente os idosos”.

 

FOTOS: Diego Peres / Secom