ACESSIBILIDADE

SES-AM

Secretaria de Estado de Saúde



Monitoramento da FVS-AM aponta que indicadores da Covid-19 continuam em queda no estado

17/03/2021 09:55:21


 

Amazonas tem redução da média móvel de casos e óbitos, além de apresentar menor taxa de transmissão e de ocupação de leitos

 

A média móvel de casos e de óbitos por Covid-19 continua em queda no Amazonas. De acordo com monitoramento realizado pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), também há redução na taxa de transmissão do novo coronavírus, bem como na taxa de ocupação de leitos clínicos e Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

 

A estatística mostra que, nos últimos 14 dias, o Amazonas apresentou queda de 25% na média móvel de casos por dia de diagnóstico. A redução só na capital foi de 30%, enquanto o interior tem, em média, 20% a menos.

 

A média móvel de óbitos por dia de ocorrência também continua decrescendo. O Amazonas teve redução de 54% na média de mortes em decorrência da Covid-19, quando comparado nos últimos 14 dias. A queda foi de 56% em Manaus e de 53% no interior.

 

Ocupação de leitos – Até segunda-feira (15/03), a taxa de ocupação de leitos estava em 81,9% em UTI; e de 50,7% em leitos clínicos.

 

No final de janeiro as taxas de ocupação de leitos clínicos e de UTI estavam acima de 90%, e mais de 550 pacientes recebiam assistência na rede estadual, enquanto aguardavam liberação de leitos.

 

No total, há 426 UTIs exclusivas para a doença na rede pública estadual, número que aumentou 227% desde outubro de 2020, quando a SES-AM iniciou o Plano de Contingência para o Recrudescimento da Covid-19. Em leitos clínicos, no total de 1.039 leitos clínicos, houve uma evolução de 233% no mesmo período.

 

Transmissão – A taxa de transmissão (Rt) do novo coronavírus, que chegou a 1,30 em janeiro deste ano, está atualmente em 0,90, o que significa que cada 100 infectados podem transmitir o vírus para outras 90 pessoas.

 

Cenário epidemiológico – A FVS-AM reforça que a redução do número de casos de Covid-19 ocorre devido às medidas integradas e complementares tomadas, que envolvem: isolamento social, restrição de circulação de pessoas no estado, uso de medidas não farmacológicas (como uso da máscara de proteção respiratória e lavagem das mãos), bem como a vacinação dos grupos prioritários da população do estado contra Covid-19.

 

Apesar da redução, a FVS-AM alerta que os cuidados preventivos contra a pandemia de Covid-19 devem ser mantidos, para que seja reduzida a evolução da pandemia no Amazonas.

 

Os dados são monitorados pela FVS-AM e a redução da doença depende do compromisso da população em relação à adesão aos protocolos sanitários, definidos pelo Governo do Estado. É importante destacar que qualquer mudança no cenário epidemiológico pode implicar no retorno das medidas de restrição já adotadas.